Coliseu dos Recreios

ELZA SOARES

ELZA SOARES

03 Jun 2017

21:30

Abertura de Portas:

20:30

Descrição

Elza Soares vai regressar a Lisboa para se apresentar ao vivo no Coliseu dos Recreios a 3 de Junho próximo. Esse concerto sucede à triunfal apresentação no mesmo espaço no passado mês de Novembro, quando A Mulher do Fim do Mundo se revelou afinal de contas como a responsável por um dos mais altos momentos do Vodafone Mexfest.

À beira de completar 80 anos e com quase sete décadas de palcos e aplausos nos ombros, Elza é muito justamente apontada como uma lenda viva, uma força da natureza que sobreviveu a tragédias pessoais, ao desenrolar das décadas, às mil e uma transformações do mundo da música, como uma verdadeira relíquia que o presente aprendeu a amar.

No prestigiado Guardian escreveu-se que para Elza o tempo parece não pesar. A viúva da lenda dos relvados Garrincha, mãe aos 13 anos que teve que suportar a indiscritível dor de perder vários filhos, nascida no meio do samba numa favela do Rio, foi descoberta aos microfones da rádio pelo grande Ary Barroso e foi coroada raínha dos morros ainda os anos 50 não se tinham extinguido. Ao longo das décadas, esta mulher de armas viu-se aplaudida e criticada em igual medida, amada quando cantava e vilipendiada por, já viúva, ter voltado a casar com um homem divorciado. Cedo tinha dito que vinha do Planeta Fome, mas conheceu a glória nos grandes palcos da Europa e América. A BBC descreveu-a mesmo como a voz brasileira do século, em 1999.

Mas, na verdade, o século XX revelou-se pequeno para tão gigante talento. Em 2015, em São Paulo, sob a orientação do conceituado produtor Guilherme Kastrup, que se reuniu de talentos como Kiko Dinucci (Metá Metá) e jovens músicos do colectivo afro-beat Bixiga 70, Elza gravou o extraordinário A Mulher do Fim do Mundo, álbum distinguido como um dos melhores da safra desse ano por publicações de todo o mundo, do Guardian, ao Expresso, da Pitchfork à Blitz e daí ao New York Times. Nesse álbum, a voz eterna de Elza encontra a modernidade dos arranjos, as guitarras de arrojo rock, a electrónica cortante, e nas suas palavras sobre o abuso identifica-se um desejo de superação que nela nunca desapareceu.

São essas as canções com que Elza nos vai voltar a brindar. Canções de alegria e de dor. Canções como "Maria da Vila Matilde" em que a raínha garante "até ao fim eu vou cantar". Essa nobreza - de história e de voz, de vivência e alegria e sofrimento - vai voltar a sentir-se em palco num concerto certamente irrepetível e absolutamente imperdível. O New York Times garantia ao render-se aos seus pés que Elza continua indomável. São assim as forças da natureza. Nada as segura e ninguém lhes consegue escapar.

Produtor

Ao Sul do Mundo, CRL

Classificação Etária

Maiores de 6 anos

Preços

  • Plateia Pé /Balcão/Galeria Pé 30 €
Plateia Pé /Balcão/Galeria Pé

Locais de Venda

Coliseu de Lisboa
El Corte Inglés
Balcões dos CTT
FNAC
WORTEN
ServEasy
Pousadas da Juventude
Agência ABEP
www.BOL.pt

Que espectáculos gostaria de ver no coliseu:

Responder
Agenda de Espectáculos
«Abril de 2017»
sábdomsegterquaquisex
25262728293031
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345

ApoioBOL

 

BOL Raquel Tavares -02

 

Placebo 185

 

BOL Simple Minds -02

 

185x 240

 

185x 240

 

185x 240 185

Produzido por ETNAGA para Coliseu dos Recreios - Todos os Direitos Reservados

Principais Apoios:

BOL - Sistema de Gestão de Bilheteiras
 

BOL Raquel Tavares -07