Coliseu dos Recreios
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65

"DIOGO" - LUÍS FRANCO-BASTOS

Teatro & Arte | Stand-Up

"Diogo" era o nome pelo qual os pais de Luís Diogo Roda Madureira Franco-Bastos o tratavam na infância, com o intuito de o distinguir de Luís, seu pai, ou de Luís Miguel, seu irmão. Os Franco-Bastos ficarão na história por várias razões - criatividade para nomes não será certamente uma delas.

"Diogo" é um relato e uma desconstrução humorística de experiências, de muitas memórias, questões íntimas e familiares. Ao invés de falar dos outros, Luís Franco-Bastos vira o espectáculo para si próprio como nunca o fez.

Ver mais »

A BELA ADORMECIDA | CLASSIC STAGE

Teatro & Arte | Bailado

"A BELA ADORMECIDA

bailado em um prólogo e dois atos


A Classic Stage apresenta a 16ª Temporada Clássica:

A BELA ADORMECIDA, uma narrativa que desperta a magia dos contos de fadas.

Um mundo encantado de castelos e florestas, maldições e fadas; somente o beijo de um amor verdadeiro conseguirá desfazer o feitiço  a sagração do Romantismo.


Repleta de romantismo e marcada pelo lirismo, A BELA ADORMECIDA representa um grande desafio para os bailarinos, sobretudo na interpretação da personagem principal Princesa Aurora, exigindo um estilo académico cristalino  elegante e frágil. 


A BELA ADORMECIDA é sem dúvida uma das mais belas páginas do ilustre compositor russo Pyotr Tchaikovsky. Melodias imperecíveis como Rosa Adagio e Grande Valse Villageoise revelam o lirismo do autor. A relação da música de Tchaikovsky com a coreografia de Marius Petipa é de tal forma perfeita que seria difícil imaginar outra leitura da partitura. Por isso, música e coreografia numa simbiose genial fizeram com que esta peça fosse considerada a obra emblemática da dança clássica.


Uma produção clássica com elementos cenográficos de um realismo incrível, figurinos deslumbrantes, acessórios manufacturados com detalhes sumptuosos e um leque de melodias encantadoras que compõem esta grande obra-prima do ballet clássico.

Uma grande produção clássica e irresistível que representa um momento imperdível e memorável. Um espetáculo único que irá perdurar na memória do público. A não perder!

Ver mais »

BAND OF HORSES

Música & Festivais | Concerto
"Como prometido os Band Of Horses remarcaram a sua Tour para novembro de 2022. A passagem por Portugal será no dia 22 de novembro no Coliseu de Lisboa.
  
Os bilhetes de dia 26 de março mantêm-se válidos para a nova data. Para quem desejar o reembolso, poderá solicitá-lo a partir do dia 19 de fevereiro no respectivo local de compra, apresentando o bilhete e comprovativo de pagamento, até 30 dias subsequentes à data inicial prevista do espetáculo (com término a 25 de abril de 2022).

Aqui, a mensagem da banda:
“Aaaaand we’re back! As you all know, we had to push these dates after considering the lingering covid safety concerns and restrictions as Omicron surged throughout all territories. When we went back to the drawing board, we were sadly unable to make it to all of the cities we originally planned to visit, but hope to be back as soon as possible! If you purchased tickets to the show in Groningen, those will be honored for our show at the Take Root Festival. If you purchased tickets for the previously scheduled shows in Paris, Nijmegen, Warsaw, Vienna or Munich, you will be refunded. We’re so disappointed to have to cancel these, but trying to roll with the everchanging circumstances we’re all facing. We hope to make it up to you soon!”"

Os Band of Horses vêm a Lisboa para apresentar o novo álbum, Things Are Great, dia 26 de março de 2022 no Coliseu dos Recreios. A venda ao público estará disponível na próxima sexta-feira, dia 29 de outubro às 9h00.

Things Are Great, com edição marcada para dia 21 de janeiro de 2022, é o sexto álbum da banda e o primeiro desde há mais de 5 anos. Marca também o regresso sonoro às origens da banda e à essência crua que está no coração desta, contando, pela primeira vez, com a participação de Matt Gentling e Ian MacDougall. O single de arranque "Crutch" tem ganho a aclamação da crítica e mostrando-se o grande impulsionador desta nova fase da banda oriunda de Seattle. Os Band of Horses contam já com 5 álbuns de estúdio no seu reportório, incluindo Infinity Arms nomeado para o Grammy de Melhor Álbum Alternativo em 2011, bem como várias inserções da música "The Funeral" em várias séries de TV e filmes de Hollywood, como How I Met Your Mother, Battleship ou 127 Horas. O dia 22 de Novembro de 2022 marca o encontro da banda americana com os fãs portugueses numa das mais emblemáticas salas nacionais, o Coliseu dos Recreios em Lisboa.

Ver mais »

CIRCO DE NATAL DO COLISEU DOS RECREIOS 2022

Família | Circo

Companhia Internacional de Circo 2022 do Coliseu de Lisboa!


Aparecemos nesta altura do ano para vos propor que venham viajar connosco na aventura do mais antigo espetáculo do Mundo, O Circo!

Fazemos parte da memoria Natalicia dos Lisboetas à 132 anos e queremos continuar a unir miúdos e graudos,


Venham Sonhar connosco pois O Circo é o único lugar do mundo onde se sonha acordado!

 

Ver mais »

DANIELA MERCURY | COLISEU LISBOA

Música & Festivais | Concerto

DANIELA MERCURY - COMUNICADO

Vimos comunicar a todos os fãs da Daniela Mercury que o espetáculo previsto para o dia 10 de Julho no Coliseu de Lisboa, foi adiado para o dia 23 de Novembro de 2022, por motivos de agenda da Artista.
Os bilhetes adquiridos para este espetáculo continuam válidos para a nova data, não sendo necessário efetuar a sua troca. Quem pretender o reembolso, deverá dirigir-se ao ponto de venda onde adquiriu o bilhete, até dia 16 de Maio de 2022.
Para os fãs que ainda não adquiriram o seu bilhete, os mesmos já se encontram disponíveis para a nova data, nos locais habituais.


DANIELA MERCURY

23 DE NOVEMBRO – COLISEU DE LISBOA


A rainha do Axe, Daniela Mercury, regressa a Portugal dia 23 de novembro para um concerto muito especial de comemoração dos 30 anos do álbum “O Canto da Cidade”, onde fará reviver os seus maiores hits ao longo de toda a sua longa carreira até à atualidade.


Conhecida pela explosão do furacão, Daniela Mercury é uma das artistas com mais discos vendidos em Portugal e mais de 20 milhões em todo o mundo.


Daniela Mercury é conhecida pela sua garra, pela sua voz forte, energia e militância social. Embaixadora da UNICEF desde 1995, Daniela luta em todo o mundo pelo bem-estar das crianças e é reconhecida pelo importante trabalho que faz, tendo sido, inclusive, convidada, em 2014, para cantar na ONU no evento que pediu paz no planeta: o IMAGINE.


Formada pela Royal Academy of Ballet de Londres, Daniela é também compositora, diretora de arte, produtora, apresentadora e atriz.


No currículo, traz os prêmios mais prestigiosos como o Grammy Latino, 6 prêmios TIM de Música, 3 prémios Multishow, 2 prêmios VMB de melhor videoclipe e fotografia, além de centenas de outros prémios.


Não perca a oportunidade de ver ao vivo uma das maiores embaixadoras da música e cultura brasileira e prepare-se para um espetáculo cheio de energia, cor, dança e muita alegria.


Bilhetes já disponíveis…garanta já o seu lugar!

Ver mais »

GENTLEMAN - 20 ANOS

Música & Festivais | Concerto

Gentleman, um dos maiores e mais premiados artistas de sempre da história do Reggae e um ícone que marcou a música internacional nas últimas duas décadas, vem a Portugal comemorar, ao vivo, os 20 anos do álbum seminal Journey to Jah com um concerto único no Coliseu dos Recreios, no dia 24 de Novembro de 2022.

Desde a sua consagração, no início da década de 2000, Gentleman entretém várias gerações de amantes de música, acompanhado pela sua The Evolution Band, ouvindo milhares de vozes cantar em uníssono "So Far Away!, enquanto interpreta Dem Gone de Journey to Jah, uma das suas músicas de maior sucesso. Desde a Surf WorldCup, na Costa Rica, até aos Townships na África do Sul, passando pelos palcos principais dos festivais, público de todo o mundo vibra com os hinos do músico alemão, como Superior" e Intoxication", além de "Dem Gone".

Autenticidade e qualidade são dois dos ingredientes principais da receita musical de Gentleman. Enraizado na verdadeira matriz do Reggae, o cantor de Colónia sempre se concentrou em letras edificantes e num apurado nível de produção. Com a sua banda conseguiu transmutar este espírito musical num poderoso espectáculo, que cativa qualquer multidão aos primeiros acordes.

Tendo realizado extensas digressões e atingido os topes de vendas mundiais, especialmente na Jamaica, coração do Reggae, um dos marcos na carreira de Gentleman foi a edição conjunta de um álbum com o músico, extremamente talentoso e filho de Bob Marley, Ky-Mani Marley, em 2016. Gentleman e The Evolution Band começaram a desenvolver versões especiais ao vivo das canções deste álbum, Conversations, que agora adicionam um tempero extra aos seus concertos.

O talento musical de Gentleman expressa-se ainda no popular programa de televisão alemão "Sing My Song", em que atuam os maiores artistas alemães e que já conta com três temporadas. No programa partilha a sua arte e a sua vida pessoal, tendo criado alguns dos momentos mais memoráveis. O hype nacional em torno do programa resultou num álbum em alemão, Blaue Stunde, há muito esperado e muito bem sucedido, editado em 2020, que estabeleceu Gentleman como o verdadeiro e autêntico artista de Reggae da Alemanha.

Ver mais »

SUPER BOCK EM STOCK

Música & Festivais | Festival

Nos próximos dias 25 e 26 de novembro, o Super Bock Em Stock recebe alguns dos principais representantes da música emergente do momento, artistas que arriscam e que não deixam de nos surpreender. E um dos principais objetivos do festival sempre foi levar o público à descoberta, conquistado pelas novas sonoridades que passam por qualquer um dos palcos espalhados pela Avenida da Liberdade e arredores. Alfie Templeman, Bala Desejo, Céu, Danielle Ponder, David Bruno com convidados, Ela Minus, Miami Horror, Obongjayar, Papillon, Porridge Radio, Pluto, TV Girl são alguns dos nomes que compõe um cartaz cada vez mais imperdível.

Toda a informação em www.superbockemstock.pt

 

Ver mais »

THE CINEMATIC ORCHESTRA

Música & Festivais | Concerto

The Cinematic Orquestra de volta a Portugal em Dezembro

Os The Cinematic Orchestra estão de volta a Portugal. Depois de alguns anos de ausência, a banda britânica volta ao nosso país para dois concertos muito especiais, dias 12 de Dezembro, no Coliseu do Porto e 13 de Dezembro, no Coliseu de Lisboa.

Estes dois concertos serão os primeiros desde que o líder da banda, Jason Swinscoe, fez de Portugal a sua nova casa e servirá, para além de passar em revista os maiores sucessos da banda, para apresentar novos temas do quarto álbum de originais que aí vem e um novo espectáculo visual a cargo de Ben Olsen.

Os bilhetes para estas duas noites muito especiais, já estão à venda, em BOL.Pt e locais habituais

Ver mais »

TIAGO BETTENCOURT | COM ORQUESTRA CLÁSSICA DO CENTRO

Música & Festivais | Concerto

No ano em que celebra 20 anos de carreira, Tiago Bettencourt anuncia dois espetáculos muito especiais com a Orquestra Clássica do Centro. O artista reforça assim a tradição dos últimos anos de atuar em formato 360º, nos dias 18 de dezembro na Casa da Música, no Porto e 22 de dezembro no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Os bilhetes já estão disponíveis nos locais habituais e em everythingisnew.pt.

Aqui fica o testemunho do artista:

"Há 20 anos, por esta altura, ainda a acabar o meu curso de Arquitectura, já eu andava a aprender a arte da libertação através da música em palcos por todo o país. Os Toranja já tinham gravado a canção “Fome de Mais” – para uma coletânea de novas bandas em 2001 – e a hipótese de todo um mundo novo abria-se à minha frente.

Na minha cabeça, seriam apenas uns meses de divertimento, na minha cabeça a minha obrigação era ter uma profissão decente e segura como a Arquitectura. Ser músico naquela altura e no mundo onde eu vivia era um salto demasiado arriscado, demasiado fora da norma, como quem se atira sem asas para um precipício escuro. A verdade é que não me atirei... acho que fui descendo aos poucos, quase em segredo. O tempo foi passando e eu fui descendo, estudando a escarpa, centímetro a centímetro, aprendendo o equilíbrio do meu corpo e a força dos meus braços e pernas e mãos e dedos. Corrigindo os movimentos, escrevendo, cantando, observando, trabalhando o ofício. Pelo caminho fui percebendo a direcção, a minha direcção, sem boleias, sem atalhos, sem caminhos já antes percorridos. Tive bons exemplos para seguir sem os copiar, bons companheiros de viagem, bons conselheiros, bons amigos.

Passado todo este tempo acho que já cheguei a um chão, ou a algum socalco mais saliente e sólido onde consigo estar mais assente, de pé, e sorrindo. Mas há mais escarpa e o precipício é infinito. E embora me sinta ainda no princípio da descida, talvez possa olhar para cima, para o caminho percorrido e respirar de orgulho. Mais ainda, quando olho tenho plena noção de que esta descida ao precipício nunca foi um caminho solitário e que a força de um público que me tem vindo a acompanhar desde o princípio é inegável, insuperável, e a luz que me vai fazendo continuar. Pessoas que vêm, que vão, que voltam, ou que surgem todos os dias pela primeira vez. Caras antigas e novas sempre com um sorriso de incentivo, sempre pela música, pelas palavras, sempre por uma partilha misteriosa que nos une. E não vêm para saber de mim, vêm pela música. É o maior privilégio da minha vida perceber a maneira como o meu trabalho, cuja semente é tão íntima, secreta e egoísta, tem acompanhado a vida de tanta gente, e todos os dias me sinto agradecido pelos caminhos que as minhas palavras percorrem até ao interior de quem me ouve.

Dia 18 na Casa da Música do Porto e dia 22 no Coliseu dos Recreios em Lisboa vamos olhar para trás, com a ajuda da minha banda e da Orquestra Clássica do Centro, que por destino vem da minha terra natal: Coimbra. Vamos celebrar as músicas mais icónicas deste meu caminho, e relembrar também outras que possam ter ficado mais esquecidas.

Voltar ao Coliseu dos Recreios todos os Dezembros, em formato 360º, tem sido um dos maiores prazeres da minha carreira, e tenho levado muito a sério o desafio de me superar a cada concerto para que o público volte a encher a sala quase como tradição de Natal, com amigos e família, para contruirmos memórias juntos.

Voltar ao Porto, que amo, a uma sala tão icónica como o grande auditório da Casa da Música é sempre uma acrescida responsabilidade. Venho do Porto sempre comovido com o gigantesco abraço que sinto em cada concerto que dou naquela cidade e desta vez não será com certeza diferente.

Porto e Lisboa, espero-vos para estas celebrações."
Tiago Bettencourt

Ver mais »

TIAGO BETTENCOURT | COM ORQUESTRA CLÁSSICA DO CENTRO

Música & Festivais | Concerto

No ano em que celebra 20 anos de carreira, Tiago Bettencourt anuncia dois espetáculos muito especiais com a Orquestra Clássica do Centro. O artista reforça assim a tradição dos últimos anos de atuar em formato 360º, nos dias 18 de dezembro na Casa da Música, no Porto e 22 de dezembro no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Os bilhetes já estão disponíveis nos locais habituais e em everythingisnew.pt.

Aqui fica o testemunho do artista:

"Há 20 anos, por esta altura, ainda a acabar o meu curso de Arquitectura, já eu andava a aprender a arte da libertação através da música em palcos por todo o país. Os Toranja já tinham gravado a canção “Fome de Mais” – para uma coletânea de novas bandas em 2001 – e a hipótese de todo um mundo novo abria-se à minha frente.

Na minha cabeça, seriam apenas uns meses de divertimento, na minha cabeça a minha obrigação era ter uma profissão decente e segura como a Arquitectura. Ser músico naquela altura e no mundo onde eu vivia era um salto demasiado arriscado, demasiado fora da norma, como quem se atira sem asas para um precipício escuro. A verdade é que não me atirei... acho que fui descendo aos poucos, quase em segredo. O tempo foi passando e eu fui descendo, estudando a escarpa, centímetro a centímetro, aprendendo o equilíbrio do meu corpo e a força dos meus braços e pernas e mãos e dedos. Corrigindo os movimentos, escrevendo, cantando, observando, trabalhando o ofício. Pelo caminho fui percebendo a direcção, a minha direcção, sem boleias, sem atalhos, sem caminhos já antes percorridos. Tive bons exemplos para seguir sem os copiar, bons companheiros de viagem, bons conselheiros, bons amigos.

Passado todo este tempo acho que já cheguei a um chão, ou a algum socalco mais saliente e sólido onde consigo estar mais assente, de pé, e sorrindo. Mas há mais escarpa e o precipício é infinito. E embora me sinta ainda no princípio da descida, talvez possa olhar para cima, para o caminho percorrido e respirar de orgulho. Mais ainda, quando olho tenho plena noção de que esta descida ao precipício nunca foi um caminho solitário e que a força de um público que me tem vindo a acompanhar desde o princípio é inegável, insuperável, e a luz que me vai fazendo continuar. Pessoas que vêm, que vão, que voltam, ou que surgem todos os dias pela primeira vez. Caras antigas e novas sempre com um sorriso de incentivo, sempre pela música, pelas palavras, sempre por uma partilha misteriosa que nos une. E não vêm para saber de mim, vêm pela música. É o maior privilégio da minha vida perceber a maneira como o meu trabalho, cuja semente é tão íntima, secreta e egoísta, tem acompanhado a vida de tanta gente, e todos os dias me sinto agradecido pelos caminhos que as minhas palavras percorrem até ao interior de quem me ouve.

Dia 18 na Casa da Música do Porto e dia 22 no Coliseu dos Recreios em Lisboa vamos olhar para trás, com a ajuda da minha banda e da Orquestra Clássica do Centro, que por destino vem da minha terra natal: Coimbra. Vamos celebrar as músicas mais icónicas deste meu caminho, e relembrar também outras que possam ter ficado mais esquecidas.

Voltar ao Coliseu dos Recreios todos os Dezembros, em formato 360º, tem sido um dos maiores prazeres da minha carreira, e tenho levado muito a sério o desafio de me superar a cada concerto para que o público volte a encher a sala quase como tradição de Natal, com amigos e família, para contruirmos memórias juntos.

Voltar ao Porto, que amo, a uma sala tão icónica como o grande auditório da Casa da Música é sempre uma acrescida responsabilidade. Venho do Porto sempre comovido com o gigantesco abraço que sinto em cada concerto que dou naquela cidade e desta vez não será com certeza diferente.

Porto e Lisboa, espero-vos para estas celebrações."
Tiago Bettencourt

Ver mais »
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65

Que espectáculos gostaria de ver no coliseu:

Responder
Agenda de Espectáculos
«fevereiro de 2024»
sábdomsegterquaquisex
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728291
2345678

Produzido por ETNAGA para Coliseu dos Recreios - Todos os Direitos Reservados

Principais Apoios:

BOL - Sistema de Gestão de Bilheteiras